Viscossuplementação: você já ouviu falar disso?

Viscossuplementação: você já ouviu falar disso?

O ácido hialurônico é uma substância amplamente utilizada na dermatologia, pois quando infiltrado na pele apresenta resultados bastante satisfatórios. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que, além de ser uma substância naturalmente encontrada no corpo, esse mesmo ácido pode auxiliar na recuperação da cartilagem do joelho e do quadril, em caso de inflamações. A esse processo é dado o nome de viscossuplementação.

Ação do ácido hialurônico na cartilagem

No interior da cartilagem do joelho, há o líquido sinovial, que contém ácido hialurônico e cuja principal função é nutrir as células de cartilagem, permitindo que fiquem sempre saudáveis e permitindo que essa articulação se mova e absorva impactos.

No entanto, durante um processo inflamatório, a exemplo do que acontece na artrose, ocorrem alterações no líquido mencionado, fazendo com que a concentração de ácido hialurônico diminua e que o líquido se torne mais o viscoso, o que naturalmente prejudica sua função de realizar a nutrição das células de cartilagem.

Assim, a viscossuplementação permite que os níveis do ácido no líquido sinovial sejam normalizados, fazendo com que a cartilagem volte a receber a nutrição adequada.

Realização e indicações da viscossuplementação

O procedimento também é conhecido como infiltração de ácido hialurônico pela forma como é realizado, uma vez que é diretamente injetado no local do joelho no qual se encontra o líquido sinovial.

Vale ressaltar que a aplicação é feita em ambulatório por um médico ortopedista qualificado, ou seja, por se tratar de um procedimento simples, não exige que seja feito em ambiente hospitalar, pois os riscos de complicações, como infecções, são praticamente inexistentes e não se requer período de internação antes ou após ou procedimento.

O número de sessões necessárias varia de acordo com cada paciente. No entanto, com a utilização de ácidos hialurônicos de alta densidade, como os produzidos atualmente, o número de sessões necessárias vêm diminuindo, assim como o prazo para aparecimento dos resultados.

Como se trata de um procedimento recente, ainda não está disponível no SUS (Sistema Único de Saúde) e na cobertura da grande maioria dos planos de saúde. Embora ainda seja um procedimento de alto custo, seus resultados certamente compensam o investimento.

Também é preciso destacar que não são todos as pessoas com artrose e inflamação no joelho que podem realizar o procedimento. Cada caso deve ser analisado individualmente por um ortopedista e, antes da infiltração do ácido, outras técnicas terapêuticas menos invasivas são utilizadas, como atividades de baixo impacto para fortalecimento muscular e perda de peso. Assim, a viscossuplementação não é o procedimento padrão para a inflamação no joelho, apesar de apresentar resultados bastante eficazes.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Autor:

Dr. Marco Túlio
Lesão do menisco discoide: o que é e como tratarCorrer faz bem para a saúde do joelho

CONTATO DR. MARCO TÚLIO




Atendimento:

Ortolife
Avenida do Contorno Nº 4747 Sala 901
Bairro: Funcionários
Telefone: (31) 3223-5080

D.A.L
Av. Pres. Antônio Carlos, 1694
Bairro:  Cachoeirinha
Telefone: (31) 3421-4666

Médico:

Dr. Marco Túlio Lopes
Ortopedista – CPM 23655

Desenvolvimento:

Formulário de Contato







    WhatsApp chat