Quando fazer e como funciona a subcondroplastia?

Quando fazer e como funciona a subcondroplastia?

O joelho tem uma importância muito grande para o corpo humano, sendo uma das estruturas mais complexas e utilizadas durante praticamente toda a vida. Porém, alguns problemas e doenças podem acometer os joelhos, gerando prejuízos muito grandes, como é o caso da artrose, que compromete muito a saúde das articulações.

Além disso, uma série de outros pequenos problemas pode surgir em decorrência dessa doença, fazendo com que o paciente necessite de tratamentos e procedimentos corretivos, como a subcondroplastia, conhecida também como condroplastia do osso subcondral.

Como funciona a subcondroplastia?

A subcondroplastia é uma cirurgia de caráter minimamente invasivo recomendada nos casos em que a artrose causa um edema ósseo, localizado na grande maioria das vezes no osso subcondral, localizado logo abaixo da cartilagem presente no joelho.

A cirurgia tem como objetivo principal o preenchimento desse edema ósseo com uma pasta de fosfato, que atua como substituto ósseo, garantindo que o osso terá uma maior resistência e uma natureza mais próxima do normal para a região afetada, sem que venha a impedir a realização de movimentos, por exemplo.

A realização da subcondroplastia é feita com o auxílio de radioscopia, de forma que o material cirúrgico seja inserido de forma percutânea para a aplicação da pasta de fosfato. Assim, o preenchimento na região atingida pela lesão é feito, corrigindo o defeito que atinge a região medular óssea.

Por ser um tipo de cirurgia minimamente invasivo, a subcondroplastia causa pouquíssimos danos ao organismo, o que propicia uma recuperação mais rápida e com poucas chances de complicações.

Quando deve ser feita a subcondroplastia?

A subcondroplastia é um procedimento cirúrgico bastante eficaz, propiciando um grande alívio dos sintomas e problemas para os pacientes que sofrem com a artrose no joelho. Porém, é necessário que seja realizado no momento adequado, pois uma evolução dos problemas pode impedir que a cirurgia seja feita, reduzindo as chances de tratamento para esses pacientes.

O mais indicado é que o procedimento seja realizado ainda na fase inicial dos sintomas da artrose no joelho, pois o avanço desse problema pode gerar um achatamento do osso devido a seu atrito direto quando o joelho se movimenta. Dessa forma, se o paciente não realizar a subcondroplastia antes do avanço da artrose, pode ser que o procedimento não seja possível, os problemas fiquem ainda maiores e a dor mais intensa.

Assim, é primordial que aos primeiros sintomas da artrose o médico seja consultado, para que possa haver um acompanhamento especializado e, no caso de necessidade, a subcondroplastia possa ser realizada, gerando assim um tratamento mais rápido e eficaz ao paciente, além de uma melhor qualidade de vida com a minimização dos problemas gerados.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Autor:

Dr. Marco Túlio
O que é tendinite patelar?Luxação do joelhoLuxação do joelho: Como funciona o tratamento

CONTATO DR. MARCO TÚLIO




Atendimento:

Ortolife
Avenida do Contorno Nº 4747 Sala 901
Bairro: Funcionários
Telefone: (31) 3223-5080

D.A.L
Av. Pres. Antônio Carlos, 1694
Bairro:  Cachoeirinha
Telefone: (31) 3421-4666

Médico:

Dr. Marco Túlio Lopes
Ortopedista – CPM 23655

Desenvolvimento:

Formulário de Contato







    WhatsApp chat