Tire suas dúvidas sobre prótese de joelho

Tire suas dúvidas sobre prótese de joelho

A cirurgia de colocação de prótese de joelho tem como principal objetivo devolver mobilidade para o paciente com problemas. Neste artigo, trazemos respostas para as principais dúvidas relacionadas ao procedimento. Quer saber mais? Então continue a leitura!

1. Por que ocorre o desgaste do joelho?

O desgaste do joelho ocorre, na maioria dos casos, pela artrose. A artrose é uma doença que leva à perda gradativa de toda a camada que reveste os ossos (patela, tíbia e fêmur) que formam as articulações do joelho.

Quando essa doença ocorre, o tratamento costuma ser fisioterápico e com medicamentos. Porém, em casos mais graves ou quando a condição é descoberta muito tarde, a cirurgia de prótese de joelho pode se tornar necessária, visando ao bem-estar e ao restabelecimento da qualidade de vida do paciente.

2. O que leva à condição de artrose?

A artrose pode ser causada por impactos em excesso nas articulações do joelho (como pela prática inadequada ou muito intensa de atividades físicas), obesidade, desgastes idiopáticos (comuns na terceira idade) e por inflamações crônicas, conhecidas como artrite (doença autoimune). Além disso, ela também pode ser a sequela de um trauma com deformidade.

3. Quando a cirurgia se torna a opção mais recomendada?

Quando o tratamento mais conservador, com medicamentos e fisioterapia, já não está mais surtindo efeito, a cirurgia é indicada. Ela é a opção recomendada quando o desgaste nas articulações passa a ser cada vez maior, levando a dores fortes e, em casos extremos, a uma dificuldade expressiva para andar ou realizar tarefas do dia a dia.

4. A cirurgia é simples ou conta com riscos associados?

A cirurgia de colocação de prótese de joelho é um procedimento muito complexo. No entanto, ela é considerada bastante segura. Isso porque tanto as técnicas anestésicas como os implantes ortopédicos utilizados evoluíram expressivamente nos últimos anos, garantindo que os riscos sejam minimizados.

Um dos riscos da cirurgia é a ocorrência de trombose venosa profunda, que é sempre prevenida por meio de medicamentos e cuidados após a cirurgia. Mesmo assim, sua incidência é baixíssima, ocorrendo em menos de 1% dos casos de operação. Outro risco associado é o de infecção, mas que também tem baixa frequência, quando todos os cuidados pré e pós operatórios são tomados.

5. Quais são as precauções antes da cirurgia?

Antes da cirurgia, o indivíduo deve realizar alguns exames — especialmente de sangue e cardiológicos — para garantir que tudo correrá bem. Além disso, é necessário suspender o tratamento com alguns tipos de medicamentos e, preferencialmente, iniciar a prática de alguma atividade física leve.

6. E os cuidados pós-cirúrgicos?

Depois da cirurgia, o indivíduo iniciará um processo de ganho de movimentação e fortalecimento dos músculos em associação com a fisioterapia. A recuperação total costuma levar de três a seis meses.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

Autor:

Dr. Marco Túlio
Síndrome da banda iliotibial: sintomas, causas e tratamentosjoelhoalongamentoImportância do alongamento para prevenir problemas no joelho

CONTATO DR. MARCO TÚLIO




Atendimento:

Ortolife
Avenida do Contorno Nº 4747 Sala 901
Bairro: Funcionários
Telefone: (31) 3223-5080

D.A.L
Av. Pres. Antônio Carlos, 1694
Bairro:  Cachoeirinha
Telefone: (31) 3421-4666

Médico:

Dr. Marco Túlio Lopes
Ortopedista – CPM 23655

Desenvolvimento:

Formulário de Contato







    WhatsApp chat