4 sinais de que está na hora de procurar o ortopedista

4 sinais de que está na hora de procurar o ortopedista

Responsável por avaliar articulações, músculos, ossos, tendões e outras partes importantes do sistema locomotor do corpo, a ortopedia é a especialidade médica que promove a melhoria da qualidade de vida por meio do cuidado com o aparelho musculoesquelético. O ortopedista avalia desde as mãos e os pés, como também ombros, cotovelos, joelhos, coluna e outras regiões.

Embora seja uma área médica importante, nem todas as pessoas sabem quando procurar um profissional. Na maioria dos casos, o surgimento de dor é o principal motivo para as pessoas procurarem o especialista. Contudo, existem outros indicativos que também demandam uma avaliação médica detalhada, a fim de prevenir problemas mais graves.

Neste artigo, trazemos 4 situações em que é necessário buscar a ajuda de um ortopedista. Acompanhe!

1. Aumento de dor

Todo mundo sabe que o aparecimento de dor sinaliza algum problema no sistema locomotor. O problema é quando essa dor se intensifica e fica cada vez mais incômoda. Isso não acontece somente com atletas ou idosos, mas qualquer pessoa está sujeita a situações que podem ampliar a dor e tornar a situação mais desagradável, inclusive crianças.

Dependendo da ocorrência, o ortopedista pode recomendar analgésicos ou outros medicamentos, mas a prática de exercícios físicos, a redução de pressão nas articulações ou nos músculos são algumas das opções de tratamento que o especialista pode indicar.

2. Ocorrência de lombalgias

As lombalgias são dores na área lombar. Pessoas que carregam muito peso – ou sofrem de obesidade – são as mais propensas a sofrer com esse problema, cuja ocorrência pode exigir o auxílio do profissional ortopedista. Como o sintoma afeta a área do quadril e da coluna, o perigo de levar incorreções na postura e até nas pisadas é maior, e o médico especializado ajuda a corrigir esse caso.

Às vezes, a lombalgia não surge por causa de um trauma, mas de uma doença crônica. Neste caso, a avaliação deve ser imediata, pois é ainda mais provável que aconteça a evolução para um caso mais crítico.

3. Sensação de dormência

Artrites, fibromialgia, hérnias e outras complicações severas podem afetar as terminações nervosas do sistema locomotor. Isso compromete braços e pernas, resultando em dormências.

Tratamentos fisioterápicos, massagens e outras técnicas específicas ajudam a reduzir o sintoma, uma vez que essas doenças são crônicas e, se não são amenizadas, provocam incômodos mais intensos.

4. Limitações para se locomover

Seja para subir uma escada ou carregar uma caixa, existem situações em que a pessoa não consegue mexer certos pontos do corpo, essenciais para a locomoção. Isso pode ocorrer nas costas, nos joelhos, nos braços, nas pernas e em outras regiões.

Movimentos de flexão simples podem até causar rupturas, o que requer que o profissional analise cuidadosamente a área afetada para oferecer um tratamento específico. É comum idosos sofrerem com essa condição, mas pessoas mais jovens também estão sujeitas ao problema.

Outros indícios também ajudam a notar que a visita a um ortopedista é essencial. É importante não tentar resolver por conta própria. Somente um profissional poderá indicar o tratamento correto.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Belo Horizonte!

 

Autor:

Dr. Marco Túlio
Osteotomia do joelho na tíbia: entenda o que é e quando é recomendadaosteotomiajoelhoSíndrome da banda iliotibial: sintomas, causas e tratamentos

CONTATO DR. MARCO TÚLIO




Atendimento:

Ortolife
Avenida do Contorno Nº 4747 Sala 901
Bairro: Funcionários
Telefone: (31) 3223-5080

D.A.L
Av. Pres. Antônio Carlos, 1694
Bairro:  Cachoeirinha
Telefone: (31) 3421-4666

Médico:

Dr. Marco Túlio Lopes
Ortopedista – CPM 23655

Desenvolvimento:

Formulário de Contato







    WhatsApp chat